Publicado por: Gustavo Fujimura | 27 de junho de 2010

Na vida

as vezes menos é mais.

É engraçado como às vezes a gente fica tão desesperado para ser alguma coisa, que nem paramos pra pensar se aquilo que almejamos realmente faz bem e é aquilo que queremos – e nessa pressa nem vivenciamos o momento presente da melhor maneira possível.

Acho que é melhor fazer menos, mas levando um novo aprendizado consigo do que participar de tudo como uma “esponja”, como um mero zumbi, sem dar contribuição, sem formar uma opinião.

E não nos tornamos mais fortalecidos quando formamos nossos próprios valores e opiniões? Assim não fica mais difícil sermos manipulados? Mas isso leva tempo, e é melhor formar nossa individualidade calmamente para não se arrepender no futuro.

Vejo muita gente indo com a onda. Aceitando milhares de rótulos que insistem em fazer. O novo líder… a geração Y… O profissional de sucesso… Seja milionário… O que é bom gosto…

Rótulos são bons para que possamos nos identificar na sociedade, o problema é quando a gente se força pra se encaixar em algo que não é para ser… Sempre bom pensar um pouco antes de aceitar qualquer coisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: