Publicado por: Gustavo Fujimura | 24 de agosto de 2010

Propaganda com foco no cliente

Acabei de ver uma campanha que a Madonna dirigiu para uma marca de roupas da Miuccia Prada, a Miu Miu e não pude deixar de fazer um paralelo com um comercial que vi há um tempo, o comercial da Chanel para seu perfume, o número 5. Enquanto o perfume da Chanel é um clássico, tem um ar mais sóbrio, a marca da Miuccia tem um apelo jovem e mais esportivo.

Visto isso, no comercial da Chanel verifica-se uma riqueza imensa de detalhes – desde a marcenaria da cabine do trem muito bem trabalhada até a tomada que a Audrey Tautou sai da estação de trem – cena meticulosa, com os pássaros voando, tempo ensolarado e barcos passando na orla – dá pra ficar um tempo discorrendo todos os detalhes. O filme foi dirigido por um cineasta conhecido, o Jean-Pierre Jeunet, que foi quem dirigiu “Amélie”, o trabalho que expôs a Audrey pros olhares do mundo. Verifiquei no “making of” dessa campanha que houve um trabalho muito grande na pré-produção, no planejamento desse filme, a reconstrução da cabine do trem, a criação do roteiro da história, etc etc etc, o que resulta numa história com começo, meio e fim. O cuidado é grande. Ah, e a música é do Billie Holiday.

Agora já na campanha da Miu Miu, a história foi o seguinte: a Madonna estava passando – passagem acidental – dentro do estúdio onde as modelos estavam sendo filmadas para essa campanha, se interessou pelo o que estava ocorrendo e pediu para dirigir o filme, tudo na espontaneidade. Após duas horas de gravações, já havia conseguido o conteúdo inteiro do vídeo. Bom, desde a referência da Madonna como um ícone Pop, o que pode ser conferido é um vídeo psicodélico, meio com cara de balada, com várias imagens sobrepostas – tanta sobreposição que nem dá pra ver o produto anunciado direito. A música é eletrônica, as modelos são jovens, desconhecidas e ficam se insinuando no vídeo. O trabalho com a pós-produção parece ter sido maior: montar todas essas imagens e/ou vídeos curtos e a adição das cores fluorescentes.

A impressão que fica ainda é que, no primeiro anúncio há uma relação visível entre a história do filme e o produto anunciado – o perfume atrai a atenção do galã para a atriz e daí rola a história. Já no segundo vídeo, os produtos são vistos, focalizados, mas parece que as caras, bocas e as poses das modelos são o foco, a interpretação que consegui retirar e que relaciona produtos e o tema central é: coloque essas roupas e caia na balada.

Confira aí os vídeos pra ver se o que eu disse condiz com a realidade e/ou sua interpretação:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: