Publicado por: Gustavo Fujimura | 8 de dezembro de 2010

Andanças por aí.

Um mês, três momentos culturais que deixaram a minha cabeça fervilhando.

Primeiro. Museu da Casa Brasileira em São Paulo. O museu fica numa casa incrível, no meio da Avenida Faria Lima, é um palacete meio colonial, meio com influências européias. É nele que acontece todos os anos o prêmio de design da Casa Brasileira. Confesso que fiquei meio desapontado com o acervo, achei que fosse encontrar muitas peças de móveis criados por designers brasileiros.

fachada do Museu da Casa Brasileira

O que encontrei foi uma única galeria contendo exemplares dos móveis brasileiros utilizados, principalmente, na época do Império no Brasil: escrivaninhas, guarda-roupas, baús totalmente esculpidos em madeira – esculpia-se na madeira motivos religiosos ou ligados à natureza (você já pensou que naquela época móveis eram somente feitos de madeira maciça, e quem os tinham era uma pequena parcela da população que podia comprá-los? O resto não tinha! Ou tinha versões muito rústicas como bancos que eram simplesmente um toco de madeira apoiado em pés de madeira). Uma parte dessa galeria era dedicada à alguns dos designers modernos de cadeiras, como a Lina Bo Bardi e a sua cadeira girafa – rústica, completamente pensada para a sua função.

Cadeira e Mesa Girafa - por Lina Bo Bardi

Além dessa exposição, haviam mais duas, uma com os trabalhos premiados no prêmio Museu da Casa Brasileira – fiquei muito impressionado com os designers de lustres, abajoures e luminárias que foram premiados, havia um lustre de teto mesmo, não me lembro do autor, mas que brincava com a luz através da utilização de várias cúpulas de tecido e recortes nessas cúpulas, fazendo com que a luz passasse a ter um “volume”.

Bom, a última exposição que está localizada na parte mais impressionante da casa, o jardim – que por si só já é de tirar o fôlego, é uma área verde enorme fincada no meio de São Paulo, com várias espécies de árvores e entre elas, algumas esculturas. A exposição é de aquarelas de plantas muito encontradas no Brasil, como os hibiscos e as Strelitzias, mais conhecidas como ave-do-paraíso. As aquarelas foram feitas for Anelise Scherer.

Hibiscos

Segundo. 29ª Bienal São Paulo. Eu estava há algum tempo esperando pela oportunidade de visitar a bienal, e essa foi uma oportunidade. Bom só de ir ao Ibirapuera e ao prédio da Bienal feito por Oscar Niemeyer já foi um ótimo estímulo – os amplos espaços criados por ele são muito belos. Resolvi ir a pé do lugar onde estava – trajeto que durou uma hora. Cheguei lá, descansei um pouco com o visual do parque, mas o que foi desapontador foi ver a profusão de crianças e adolescentes que estavam visitando-a, o que fez com que o barulho+máquinas fotográficas mil fosse uma combinação irritante, e eu já estava um pouco exausto da caminhada longa, mas resolvi entrar e aproveitar como podia.

prédio da Bienal no Ibirapuera

O tema da Bienal desse ano foi arte e política, fazendo um elo entre dois temas que na maioria das vezes estão juntos. E olha, lá estão reunidos muuuitos artistas, são três andares bem grandes, inteiramente dedicados. E como arte contemporânea – pelo menos ao meu entendimento – é pra se observar e tirar um sentido a partir do seu próprio sentimento ou da sua cabeça, vá com a cabeça limpa e para aproveitar pense e sinta bastante, mas sem sobrecarregar. E é bom estar acompanhado dos orientadores da bienal pra ajudá-lo a apreciar tudo.

Uma obra no final da mostra que foi bem interessante foram quadros contendo notícias censuradas da época da ditadura no Brasil, em fundo vermelho, cobertas com uma cortina preta. Havia uma corda presa a essa cortina, e quando puxávamos a corda, o quadro/notícia era revelado. Sacada incrível não? Vermelho do Comunismo, da violência, Tarja preta da censura… achei muito criativo.

o terceiro momento fica para um próximo post.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: